Direcção científica

Prof. Doutor Carlos César Lima da Silva Motta

Director da FCHS
Prof. Doutor Carlos César Lima da Silva Motta

Prof.ª Doutora Marina Manuela Santos Antunes

Coordenadora do curso
Prof.ª Doutora Marina Manuela Santos Antunes

Apresentação

A Universidade Lusíada de Lisboa dispõe, mediante reconhecimento oficial em tempo concedido, da capacidade para atribuir o grau de doutor em vários ramos do conhecimento, tendo aquele acto de reconhecimento marcado a entrada da instituição numa fase de maturidade do respectivo projecto universitário.

A função de formação doutoral representa para a Universidade mais um serviço público a cumprir, o qual assume uma relevância e dignidade agravadas por se referir ao desenvolvimento das mais altas competências pessoais aplicadas às ciências e ao saber.

Do cumprimento desse serviço resultarão ganhos que se exprimirão logo no plano do desenvolvimento pessoal dos doutorandos e num quadro de valorização dos mundos académico e científico português.

Particularmente, neste domínio, a Universidade Lusíada de Lisboa optou por um modelo de formação doutoral que a envolverá directa e activamente nos processos de doutoramento, dando a estes um suporte institucional efectivo.

Este modelo, sem prejudicar a possibilidade de candidatura directa a doutoramento, aponta especificamente para a organização de cursos de doutoramento que, de modo personalizado, enquadrem, estimulem e orientem intenções e esforços de investigação, oferecendo-se por essa via condições para o domínio das técnicas e metodologias de investigação e para o aprofundamento do conhecimento em domínios que interessem aos projectos individuais de doutoramento.

Para concretizar este modelo, considerando as exigências desta função formativa avançada, a Universidade Lusíada de Lisboa tem vindo a organizar os correspondentes meios de apoio à investigação, criando e disponibilizando modernas e adequadas infraestruturas e dotando-as da melhor instrumentação científica, logo de base informativa e documental.

Saliente-se, ainda, que tem sido intenção desta Instituição incentivar a internacionalização dos estudos de doutoramento, procurando para este efeito celebrar protocolos com outras instituições suas congéneres.

O cumprimento de todos estes objectivos é assumido como tarefa especialmente exigente, havendo particularmente uma colaboração estreita entre todos, corpo docente, doutorandos e serviços académicos e científicos.

Regulamentação específica

Despacho n.º 6310/2008, DR 46, SÉRIE II de 2008-03-05 - Autoriza o funcionamento do ciclo de estudos conducente ao grau de doutor no ramo de Serviço Social no Instituto Superior de Serviço Social da Universidade Lusíada de Lisboa

Objectivos

Os objectivos do 3.º ciclo de Serviço Social consistem na ampliação e aprofundamento dos objectivos do 2.º ciclo, implicando o conhecimento dos métodos científicos de investigação e um grau mais elevado de análise e investigação que constitui o seu núcleo, bem como da capacidade de trabalho pessoal, tendo em conta os aspectos e instrumentos da sociedade actual.

Como resultado verificar-se-á o avanço do conhecimento através de investigação original que não consiste necessariamente num novo conhecimento, podendo, contudo, apresentar uma nova perspectiva, um novo método científico ou a aplicação de um método já conhecido a uma matéria nova. De qualquer modo, visará um trabalho original de investigação, enquadrando-o, conforme lição da doutrina, "no contexto do saber teórico e sistemático do domínio".

Procura-se, pois, propiciar os conhecimentos necessários para se atingir o grau máximo na carreira científica universitária, importando, porém, que ao doutoramento deva estar associado o aspecto profissional no mercado de trabalho, privado e público, nacional e internacional.

O programa de doutoramento em Serviço Social tem como finalidade geral promover a criação de condições para o desenvolvimento e consolidação científica da área disciplinar de serviço social no âmbito das ciências sociais, através do desenvolvimento da investigação e construção de conhecimento nesta área.

Definem-se como objectivos específicos do doutoramento:

  • Qualificar docentes e investigadores a nível académico e científico;
  • Investir na formação avançada da docência do ensino superior em serviço social, em estreita relação com a análise da prática de intervenção social sustentada pela investigação;
  • Promover e desenvolver pesquisas avançadas que fundamentem a acção profissional e estratégias de intervenção inovadoras, bem como a análise de políticas sociais em diferentes contextos;
  • Estimular o intercâmbio e o debate científico, através da integração dos doutorandos em redes de investigação nacionais e internacionais;
  • Incentivar a publicação, em língua portuguesa, da produção científica de serviço social.

Plano de estudos

Unidade curricular Área científica Tipo Tempo de trabalho (horas) ECTS Obs.
Total Contacto
1º ano - 1º Semestre
Metodologia de investigação avançada em serviço social
Prof. Doutor Rui Brites Correia da Silva
Ciências Sociais Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
Estado, administração e políticas públicas
Prof. Doutor João de Freitas Ferreira de Almeida
Economia Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
Desenvolvimento do pensamento e da teoria em serviço social
Prof.ª Doutora Maria Júlia Faria Cardoso 
Serviço Social Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
1º ano - 2 Semestre
Serviço social e problemas sociais contemporâneos
Prof. Doutor Michel Gustave Joseph Binet
Serviço Social Semestral 260
 
20(T) + 10(TP) 10 -
Filosofia e deontologia do serviço social
Prof.ª Doutora Sandra Regina Alexandre Ferreira Vieira
Serviço Social Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
Concepção, planeamento e avaliação de problemas sociais
Prof. Doutor Duarte Gonçalo Rei Vilar
Ciências Sociais Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
2º ano - 1 Semestre
Seminário avançado: teorias e metodologias em serviço social
Prof.ª Doutora Maria João Barroso Pena
Serviço Social Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
Seminário avançado: intervenção individual, em grupo, em comunidade e em rede
Prof.ª Doutora Tânia Gaspar Sintra dos Santos
Serviço Social Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -
Seminário de tese
Prof.ª Doutora Marina Manuela Santos Antunes
Serviço Social Semestral 260 20(T) + 10(TP) 10 -

Destinatários

De acordo com o ponto 1, do artigo 30.º, do Decreto-Lei n.º 74/2006, podem candidatar-se ao doutoramento:

  1. Os titulares do grau de mestre ou equivalente legal;
  2. Os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos;
  3. Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos.

Horário

Informação a disponibilizar oportunamente.

Propinas

A informação relativa a propinas e respectivas normas de pagamento poderá ser obtida junto dos serviços do Instituto Lusíada de Pós-graduações

Documentação

  • Certificado de Habilitações (original ou fotocópia autenticada)
  • Curriculum Vitae
  • Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão (fotocópia)
  • Fotografias (3)
  • Carta dirigida ao Presidente do Conselho Científico
  • Apresentação sumária do projecto de tese
  • Declaração de Orientador
  • Outros documentos

Contactos

Morada:
Instituto Lusíada de Pós-Graduações
Universidade Lusíada de Lisboa
Rua da Junqueira, 188-198
1349-001 Lisboa

Telefones:
+351 213 611 604
+351 213 611 605
+351 213 611 606
+351 213 611 644

Fax:
+351 213 647 920

E-mail:
ilpg@lis.ulusiada.pt